Como estruturar o modelo de negócio ideal

DA REDAÇÃO ELAV - Não basta ter somente a ideia de negócio e colocá-la no mercado, é preciso estruturar o seu modelo de negócio. A terceira maior causa de mortalidade das empresas que começam pequenas é efetivamente montarem um negócio que não gera interesse, não resolve o problema ou a dor das pessoas.


Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, já dizia que um modelo de negócios deve trazer as respostas, sobre quem é seu cliente, qual o valor que você pode criar ou adicionar para ele e como você pode fazer isso a custos razoáveis.


Para criar essa estrutura, muitas empresas usam o Lean Canvas, um modelo adaptado do Business Model Canvas para atender melhor às prioridades dos modelos de negócios de startups.


Veja abaixo quais tópicos você deve responder para criar a sua estrutura de modelo de negócio:


1 - Problema

Descreva de um a três problemas prioritários que seu segmento de consumidores pode ter e precisa de solução.


2 - Segmento de Cliente

É preciso definir quem são os clientes da sua empresa e como eles podem ser organizados. Você pode definir até três personas quem são seus leads quentes, ou seja quem são seus compradores. Tente identificar quais são as novas dores desse cliente.


3 - Proposta de valor da empresa

Principal motivo pelo qual seus clientes comprariam o seu produto, o que faz dele diferente e atrativo e o porquê seu público deveria gastar tempo e dinheiro com a solução oferecida pela sua empresa.


4 - Solução

Descreva de forma sucinta as melhores soluções do seu produto e aposte também em elaborar um MVP (Produto mínimo variável), que consiste em um produto com o mínimo de recursos possível, mas que serve para conhecer a reação do mercado sobre a sua viabilidade.


5 - Vantagem Competitiva

Você precisa concentrar sua energia para pensar no grande diferencial do seu negócio, que o fará se destacar diante da concorrência e que irá trazer inovação para o mercado em que você está inserido.


6 - Fontes de receita

É preciso determinar qual será o modelo de receita, como também definir valores para o produto ou serviço. Um bom começo pode ser oferecer um único plano, com uma avaliação inicial gratuita, para atrair a atenção dos clientes em prospecção.


7 - Estruturas de custos

Listar todos os custos operacionais que a empresa terá ao entrar oficialmente no mercado. É importante fazer uma estimativa de gastos fixos e variáveis -desde contas de luz e água a pesquisas encomendadas.


8 - Indicadores de chaves

Defina as principais ações e métricas que darão suporte à geração de receitas e como será feito o contato com o usuário e a retenção do mesmo.


9 - Canais

Hora de pensar em como o seu produto/serviço chegará até seus potenciais clientes e avaliar os custos dessa comunicação.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo