#Elavence Perfil - Rochas que conectam mulheres e empreendedorismo

Katiane Passos tem em sua vivência o empreendedorismo desde a infância e ao longo de sua vida arriscou, errou, acertou e hoje é uma empreendedora referência no segmento de mármores.


DA REDAÇÃO DO ELAV - O empreendedorismo sempre esteve presente na família de Katiane Passos. Os pais, seu Manoel e dona Maria do Carmo, foram uma influência em sua vida. A família abriu uma marmoraria na garagem de casa, mas Katiane, foi além, visionária e inquieta, hoje é CEO da Nordeste Mármores, uma das maiores marmorarias do Brasil e fundadora da Stone Woman Brasil, criada para conectar mulheres marmoristas de todo país.


Na infância costumava acompanhar a mãe em feiras livres e aos nove anos de idade iniciou seu primeiro negócio, um tabuleiro de pimenta do reino que vendia ao lado da barraca da mãe. “Eu fiz o tabuleiro, minha mãe comprou a madeira e o moinho, na época era manual, ele era vermelho com uma tampinha de lata e minha mãe comprou a pimenta e o cominho e disse que eu deveria fazer. Foi meu primeiro passo no empreendedorismo e depois de seis meses eu já estava com uma banca de dois metros”, relembra.


Seu pai, o Senhor Manoel, ao longo da vida trabalhou exercendo diversas profissões, entre elas, vendedor de picolé, pedreiro e caminhoneiro. Incentivado pelo filho, irmão mais velho de Katiane, abriu uma marmoraria na garagem de casa e foi assim que a Nordeste Mármores nasceu.

Durante dois anos a família se dividia entre as tarefas da feira livre e a marmoraria, mas em determinado momento precisaram manter somente o negócio recente da que estava trazendo um retorno financeiro maior. Katiane gostava de acompanhar e aprender tudo que podia sobre o negócio da família, inclusive relembra da primeira medição que fez sozinha e como foi importante para ela entender naquele momento que era capaz. O trabalho demandava muitas horas de seu dia e então decidiu dar uma pausa nos estudos, quando estava no ensino médio, que foi concluído em um curso supletivo anos seguintes.


Inquieta e em busca de novas experiências viajou para Itália e com o desejo de fazer missão, após conhecer o Movimento dos Focolares, também chamado de Obra de Maria, fundado por Chiara Lubich. Quando estava com 19 anos, após um convite, passou 6 meses em missão na Itália. “Eu trabalhei em uma fábrica que tinha que costurar cabeças de urso, aprendi a costurar e depois fui convidada para trabalhar em uma cooperativa e eu embalava escova para lavar o banheiro. O dinheiro era para pagar as contas e também ajudar a Instituição”, relembra.


Com o passar dos anos, em 2008, decidiu empreender em outras áreas, e investiu em uma loja de móveis modulados, mas o negócio não deu certo e Katiane precisou retornar para casa dos pais para se reerguer. “Daria muito certo se tivesse sido em outro momento, mas como eu entendo que nada nessa vida acontece por acaso, aquilo teve que acontecer na minha vida para que de verdade eu pudesse entender quem eu sou diante das das perdas, porque falar que reconhece é simples, mas quando sente na pele é muito mais forte e foi um período muito difícil” conta.


Formada em Administração de empresas, começou a cursar Engenharia Civil e durante a graduação, ela e o irmão sugeriram ao pai que investisse em uma distribuidora, o pai receoso, pois Katiane já havia começado um negócio que não tinha dado certo, não queria arriscar, mas com insistência conseguiu que o pai concordasse. Assim nasceu a Nordeste Distribuidora.


“A palavra coach foi muito banalizada, mas que significa treinador e eu considero que eles foram os meus maiores treinadores. Qualquer palestra que eu sou convidada eu sempre valido que meu maior coach e meu maior empreendedor foram meus pais”, diz,


Em 2010 compraram um terreno maior e a marmoraria familiar se transformou em referência regional - a Nordeste Distribuidora, de Itabaiana para todo o Nordeste. Iniciaram um movimento de valorização da rocha natural e treinamento dos marmoristas da região.


Itabaiana ficou pequena, a curiosidade e o desejo de tornar os processos que envolvem a Rocha Natural deu início a um novo sonho: uma serraria especializada em materiais especiais, as rochas naturais que precisam de cuidado, paciência e dedicação. Uma serraria que teria como objetivo a excelência no tratamento da pedra.


E assim, desde 2016, a Avantti Nordeste passou a integrar o rol das serrarias do principal polo brasileiro de rochas naturais. A empresa nasceu na capital do mármore e granito, no coração de Cachoeiro de Itapemirim/ ES.


Além de tudo que construiu ao longo dos anos, Katiane buscou conhecimento e qualificação em áreas de liderança, desenvolvimento humano e comportamental. São inúmeros cursos e formações, como treinadora comportamental, treinadora experiencial como Coach, Life coach, Coach Professional, Coach em grupo, Coach em vendas, Líder Training, Análise Disc Profiler.


Em junho de 2020 nasceu em seu coração a ideia de conectar mulheres que trabalham como mármore e assim nasceu o movimento Stone Woman Brasil. Quinzenalmente realizam mentorias e trocam diariamente informações e apoio sobre os seus negócios.


“Tudo aquilo que eu sentia de desejo que faltava para mim, eu trouxe tudo aquilo, que talvez seria de dor, eu transformei em conhecimento, para que outras pessoas não precisassem passar, talvez, por aquilo que passei, então se eu posso através disso, da minha vida e da minha missão eu ajudo outras pessoas. Eu sou uma pessoa muito grata a Deus, eu nunca pensei em ter tanto e quanto mais eu faço, mas tenho abundância de Deus na minha vida”, diz.


São mais de 136 mulheres conectadas no Brasil inteiro no segmento e ganharam um espaço na revista Rocha, que não é uma oportunidade para que todas possam contar suas experiências. Além disso, um novo desafio e para 2022 já possui agenda confirmada para 4 cidades, Katiane lançará um curso focado no setor de rochas para a qualificação profissional dos marmoristas


O Stone Training, (treinamento vivencial e experiencial sobre inteligência emocional e comportamental no setor de rochas ) que rodará todo o Brasil, terá o objetivo de despertar nos profissionais que trabalham com a rocha natural todo potencial que eles possuem.


Um dos desafios que está impulsionando a sua jornada atual é o lançamento do Lapidar Stones, ideia que permeia o seu coração desde quando morou na Itália. O Lapidar Stones ganhará o mundo no ano 2021 /2022 com base na experiência que teve do desenvolvimento do jovem durante a sua participação no Movimento Focolares na Itália.


67 visualizações0 comentário