Estratégia: por que comprar de você e não do seu concorrente?

Numa era em que consumidores estão mais informados do que nunca, conheça como trabalhar alguns elementos para despertar interesse do seu cliente


DA REDAÇÃO DO ELAV - O mercado está cada vez mais competitivo e isso não é segredo pra ninguém. E o que você está fazendo para que sua marca ou seu produto sejam os eleitos do seu cliente diante de tantos concorrentes?


Estamos falando de diferenciais competitivos e eles são tudo o que faz de sua marca uma opção diferenciada para seu público. Pode ser um preço baixo, máxima qualidade, um pós venda eficaz, e por aí vai…


Entre os elementos fundamentais que fazem diferença para um cliente efetuar uma compra, listamos:


Qualidade - não precisamos nem nos estender nesse quesito. Numa era em que consumidores estão mais informados do que nunca, podendo fazer comparações com um simples clique, oferecer produtos de qualidade é fundamental. Uma pesquisa da consultoria First Insights mostrou inclusive que, nos últimos dois anos, quase 60% dos consumidores valorizam mais a qualidade do que o preço puro e simplesmente. Então, comece o ano revisando seus fornecedores, materiais, estudando melhorias ou mesmo novas formas de produção.

Atributos - Deixar claro os atributos do produto, seus resultados e também como ele é produzido ajuda no convencimento do consumidor. Segundo a consultoria Avomeen, incluir na estratégia de marketing atributos específicos ajuda a conectar a dor do consumidor ao seu produto. Exemplo: "Pronto em 3 minutos" - no caso de congelados -, "Ingredientes naturais" - para cosméticos, "Fluência em 12 meses - para cursos de idiomas, etc. IMPORTANTE QUE OS ATRIBUTOS SEJAM LEGÍTIMOS! Um dos caminhos para perder um cliente para sempre é prometer um resultado que não será possível, então faça um mergulho mais profundo em seu produto/serviço, veja o que ele tem de melhor e de diferente dos concorrentes e deixe isso claro em suas estratégias de marketing e de comunicação com seus consumidores.


Propósito - Os Millenials, ou seja, aqueles nascidos entre o início da década de 80 e o início de 2000,constituem hoje uma parcela importantíssima dos consumidores. E, para eles, marcas com propósito têm um lugar de destaque em sua preferência. De acordo com a pesquisa da 5WPR, 7 em cada 10 consumidores dessa faixa etária estão dispostos a pagar um pouco mais por produtos de marcas que conectem com seus valores humanos.


Já o estudo recente da plataforma Shopify mostra que 53% dos consumidores - de uma base de 10 mil pesquisados em 11 países - estão em busca de produtos "verdes" ou sustentáveis, sendo que 49% dão preferência a empresas/marcas com programas de doações ou ações regulares de caridade.


Nosso convite é para você fazer um mergulho na sua empresa ou no seu produto e responder a algumas perguntas como: qual impacto minhas vendas estão gerando? (pode ser em número de empregos gerados, dedicação de parte da renda a alguma instituição de caridade, ou mesmo ajudar a desenvolver aspectos socioeconômicos em sua comunidade). Depois, pense em como comunicar tais impactos ao cliente, de maneira que ele possa perceber valor também na sua atuação como um todo.


Relacionamento com o cliente - Se você priorizar esse relacionamento, mais fácil sua empresa adquirir um diferencial competitivo e se destacar diante da concorrência. Segundo um levantamento da consultoria PwC, um em cada três consumidores (32%) param de comprar produtos ou serviços de determinada empresa ou marca que admiram depois de uma experiência ruim.


Mas como construir um bom relacionamento com o cliente? - o primeiro passo é conhecer e saber de suas necessidades e seus desejos. Sem conhecer seus clientes você não conseguirá manter um bom relacionamento com eles. Além disso, o bom relacionamento com clientes ajuda a fidelizá-los. As ações de fidelização devem se pautar em fatores base para a criação de diferenciais, tais como confiança do cliente, assistência técnica, garantia, entre outros. Esses fatores geram o famoso “boca-a-boca” entre as pessoas.


Rapidez na entrega: A pandemia deixou os consumidores cada vez mais habituados em comprar produtos remotamente. Da mesma forma, expôs uma necessidade crescente dos empreendedores de pensarem formas para melhorar a logística e os custos de entrega. Ainda segundo o levantamento do Shopify, 59% dos entrevistados disseram que entregas gratuitas melhorariam sua experiência de compra, assim como 1 em cada 3 consumidores afirmaram a necessidade de ter entregas mais rápidas. Observe como você entrega os seus produtos e procure pensar também nas opções de melhorias: 1. Algum outro serviço ou fornecedor logístico poderá ajudar você a reduzir o tempo e/ou custo de entrega?

2. Alguma alteração no seu próprio processo de produção ou venda também pode encurtar o tempo de levar seu produto ao consumidor?

3. Existe a opção de o cliente comprar online e retirar o produto fisicamente (em sua loja, escritório, etc)? Se sim, analise se é possível reduzir o custo e o tempo de entrega, oferecendo essa modalidade como mais uma opção ao consumidor.


E VOCÊ? Teve alguma experiência ou estratégia para desbancar seus concorrentes e se consolidar na preferência do cliente? Comente a sua experiência.


Posts recentes

Ver tudo

Feito por mulheres
para o crescimento

de mulheres

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Instagram
  • YouTube

#ElaVence feito de 🖤 por Camila Farani.