Os quatro principais sabotadores do empreendedor

DA REDAÇÃO DO ELAV - Empreender não é uma tarefa fácil, existem diversos processos que são necessários para obter o sucesso, um deles são os sabotadores, e você precisa superá-los se realmente pretende seguir o caminho do empreendedorismo.


Os quatro principais sabotadores do empreendedor são: medo, ansiedade, excesso de autoconfiança e burnout. Abaixo vamos falar sobre cada um deles.


Medo

O medo é a segunda maior causa de falha em vendas. Uma pesquisa realizada pela Shopify fez a seguinte pergunta: O que travou a sua primeira venda? 17, 8% responderam que o marketing, ou seja, dificuldade em conseguir tráfego para o site, em converter clientes, SEO e mídias sociais. 12% responderam medo do produto não ser bom, da imperfeição, de fracassar e de parecer "ridículo". 11,2% responderam falta de recursos financeiros para melhorar produtos, criar estratégias de vendas, promover produtos, entre outros.


O medo é um mecanismo biológico, você sempre vai sentir. Porém quanto mais você se autoconhecer, quanto mais você entender que é uma coisa comum de outros empreendedores, você conseguirá superar. Então quais são esses medos?


O medo mais diverso é o do erro, falar em público, negociar com clientes e gerir funcionários, já o erro mais comum é do fracasso, 3 a 4 startups apoiadas com recursos de venture capital fracassam.


Diante do medo existem três comportamentos possíveis: fugir, paralisar ou lutar. O que você escolhe?


Ansiedade

A nossa cabeça é comparada com a panela de pressão, temos um turbilhão de pensamentos e parece que a qualquer hora vai explodir. Hoje com acesso à tecnologia, muitas pessoas têm medo de não estar inseridas dentro de um contexto e quando temos esse medo, gera a ansiedade. A pressão gera a ansiedade, quantas vezes você sentiu que não era hábil para estar em um lugar? Isso porque existe a síndrome do impostor e nem todo mundo foi treinado ou consegue lidar com as pressões e nem vão se acostumar. Uma boa prática é você ressignificar aquilo que te deixa ansioso, se você tem insônia, aproveite esse momento para estudar ou fazer algo que seja produto, pois muitas vezes a ansiedade pode funcionar como um fator positivo e quanto mais você colocar na sua cabeça que é ansioso e que isso é um problema, mais isso vai te gerar um senso de ansiedade e não vai resolver nada.


Excesso de autoconfiança

Esse é um outro sabotador de muitos empreendedores. É necessário que você ouça a sua equipe e todas as pessoas que te dão um senso de humildade, entenda que você não sabe de tudo, aliás até o final da sua vida, não conseguirá ser conhecedor de todas as coisas. Busque competências complementares às suas para fazer o negócio crescer, afinal preciosismos, caprichos e manias podem até ser produtivos se forem brandos, caso contrário, são ruins.


Burnout

É um distúrbio emocional de exaustão extrema, estresse e esgotamento. Se você entra nesse estado, você não aumenta a sua produtividade, entrega menos resultados para o seu negócio. É importante que você gerencie o seu emocional, para isso separamos atividades para que você inclua na sua rotina e te ajudar.


Priorize e divida as tarefas: Comece com a tarefa mais difícil e fatie seu dia. Sensação maior de realização.

Modere o uso da tecnologia: Corte o que drena sua produtividade, como notificações desnecessárias no celular.

Faça atividades físicas: 30 minutos diários já ajudam a controlar a ansiedade e a depressão.

Mantenha seus hobbies: Além de ajudarem a desestressar, podem trazer ideias para o negócio.

Medite: Você pode também praticar exercícios de respiração profunda. Pausas momentâneas ajudam a relaxar.

Círculo Social: deve ser mantido. Esses relacionamentos ajudam em conexões para o negócio e “sair da bolha”.

30 visualizações0 comentário